Anúncio HOME

Notícias

O que comer

Receitas

Viagens

Anúncio do topo interno





O Censo do Turismo de Macapá 2018 apontou que 34% da população prefere comer em restaurantes à la carte. Na sequência estão os que vendem comida a quilo, com 22% da preferência do consumidor.

Coordenado pela Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais do Turismo, ABBTur, o censo avalia e aponta caminhos para a melhoria do mercado de turismo em Macapá. Dentro desse contexto, o setor de Alimentação Fora do Lar segue avançando, com diversidade e qualidade nos produtos oferecidos.

Isso explica o crescimento de 3% das pessoas que declaram ter o habito de consumir de alimentos prontos fora do lar. Em 2017, eram 24% da população e em 2018 passou para 27%, cerca de 133.285 pessoas. Esses clientes declararam que costumam gastar, em média, R$ 49,50 cada vez que saem para comer fora.

Entre os dados do censo, chama atenção o fato de a população residente na capital ser responsável por 97% da receita do setor. Turistas somam em 3%. No total, a receita do setor, no ano passado, foi de R$ 304 milhões, cerca de 2,2% do PIB do Amapá.

Dos empreendimentos existentes, 58% são restaurantes. Lanchonetes vem em seguida, com 34,8%.

Além de restaurantes à la carte e self-services, lanchonetes (17%), franquias de fast food (17%), bares e botecos (14%), padarias (14%), hamburguerias (10%), pizzarias (9%), churrascarias (5%), ambulantes (3%) e cafeterias (1%) aparecem na lista de hábitos de consumo.




O criativo - Jornalista, canceriano e fã de batatas (fritas, assadas e amassadas).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anúncio do rodapé interno

| Designed by Camila Ramos